Gostou?

Share |

Contos de fada? Não, obrigada!

“Morrer de amor não é difícil, não. Se atirar do edifício. Viver de amor é que é difícil. Se atirar...”

Desde criança, nunca gostei de contos de fadas, mas, não sabia a causa.

Sempre achei estranho essas histórias: o príncipe que move montanhas para ter a princesa amada ao seu lado, e quando, finalmente, consegue ter nos braços a sua amada... a história termina no: “e foram felizes para sempre”.

O conto de fadas termina quando a verdadeira história de amor começa.

É fácil desejar aquilo que não se pode ter. O objeto almejado queima na alma, e, o ser humano é capaz de dos maiores sacrifícios para conquista-lo.

É. Morrer de amor não é difícil. Difícil mesmo é viver de amor. Um amor que supera o tempo, as dificuldades rotineiras, o mal humor matutino, a falta de consideração, a falta de grana, ao dia chuvoso, os quilos a mais, o peito caído, a barriga de cerveja, a calvície, os filhos, etc.

Difícil mesmo é olhar para a mesma pessoa durante anos e, ainda assim, continuar admirando a sua beleza e a sua postura diante da vida.

O difícil não é superar obstáculos para ficar com a pessoa que se ama. Duro mesmo é enfrentar as dificuldades ao lado da pessoa que se ama.

Nós, mulheres, vivemos na expectativa de viver um conto de fadas na vida real. Mas só depois, quando a gente cresce e quebra a cara várias vezes, nos damos conta que é no fim do conto de fadas que começa a verdadeira história de amor.

Ser uma princesa indefesa trancada no alto de uma masmorra na espera do príncipe encantado é fácil demais. Difícil mesmo é ser guerreira, arregaçar as mangas, e lutar pela nossa felicidade todos os dias.

3 Response to "Contos de fada? Não, obrigada!"

  1. Curiosamente eu sempre me frustrava com o final. Sempre queria sabe o que acontecia depois. Por isso amei Sherk quando estreiou!

    katiakiss says:

    Nossa adorei o texto Pri!
    Realmente, a gente acha que é difícil conseguir um amor, mas o difícil é manter,com a convivência.
    mas acredito que, quando o amor é verdadeiro, as coisas são mais fáceis. Eu acho neh, ainda não vivi isso....rs

    Bjinhos

    Nanda says:

    Concordo e adorei o texto.
    Abaixo as cinderelas, as branca-de-neves e viva as Priscilas, as Fernandas, as Marias, as Joanas, quebramos a cara frequentemente mas não ficamos na espera...

    beijo!

Postar um comentário

Powered by Blogger