Gostou?

Share |

Eu leio e gosto da Veja: Onde está seu Deus agora?


Sempre ouço o mesmo blá-blá-blá sobre a revista Veja: que mente, que manipula conforme seus interesses, que é parcial e mimimi...

Eu leio a Veja. E eu estou para ver uma revista que seja imparcial. Nunca há imparcialidade na divulgação da informação. Fato.

E o que eu mais gosto da veja é que ela não esconde sua parcialidade. Está ali, bem claro para quem quiser ver.

Alguém duvida que a Veja está apoiando o Serra, por exemplo? Pois então, é clara na sua parcialidade. Bem diferente de outras mídias por aí que se configuram como “imparciais”, mas que no fundo, de imparcialidade não tem nada!

Nos Estados Unidos, onde o princípio da liberdade de imprensa é bem menos moderado que no Brasil, os meios de comunicação apóiam quem quiser e ninguém acha antiético.

Essa coisa de imparcialidade, sonho utópico, é bem coisa de terceiro mundo mesmo.

Por fim, amo a Veja porque tem uma raiz de direita neoliberal, e, olhem só: eu sou de direita neoliberal!!!! Logo, me sinto super confortável lendo suas páginas.

Um dia me indicaram uma tal de Carta Capital e Caros Amigos (indicação de um professor da facul para uma leitura um pouco mais imparcial).

WTF? Na medida que eu ia folheando, imaginava um mestrando com camiseta do Cheguevara e caneca do PSTU redigindo a matéria. Tenso e nada imparcial.

Voltei correndo pra minha Veja, onde imagino homens engravatados redigindo numa bela sala com decoração super moderna e uma poltrona confortável carérrima. RS

Pode me chamar de alienada, mas e tu que és feio?

Conclusão: Eu leio Veja e o Azar é meu!

Xinga aí...

4 Response to "Eu leio e gosto da Veja: Onde está seu Deus agora?"

  1. Filipe says:

    HHAHAHA, eu também gosto da Veja e concordo com tudo que falastes.

    Dane-se se ela é parcial, pelo menos tudo que ela diz tem fundamento. Derrubar a ministra Erenice, por exemplo, em função das maracutaias mostra que AINDA BEM que temos uma Veja com olhos bem abertos nesse país.

    Bjs

    A Veja pra mim é uma revista segmentada,serve a um segmento da população.O mesmo segmento que vota no Maluf e no Quércia por exemplo.Lê quem quer e compra quem quer.Todo ano eles me mandam seis edições grátis,não sei porque.Mas leio como se estivesse lendo o antigo testamento,sei que quase tudo é mentira,mas até que é interessante.

    "Nunca há imparcialidade na divulgação da informação. Fato." - Verdade pura e simples.

    Veículos de comunicação não são juízes de direito. Esses sim devem ser imparciais em seu trabalho. E mesmo assim considero imparcialidade algo utópico.

    O que a imprensa não pode fazer é mentir. Mas se os veículos pudessem alegar abertamente suas ideias acabaria esse fascismo mascarado de democracia em que vivemos. Foi o que vc disse. Compra e lê quem quer.

    Esperava algo de bom... mas perdi meu tempo.

Postar um comentário

Powered by Blogger